Optar pelo modelo tradicional na criação de um site pode ser caro a curto prazo e gerar dores de cabeça a longo prazo.

Um site precisa ser dinâmico suficiente para ter as informações da empresa sempre corretas e atualizadas, devendo ser um poderoso meio para expor o conteúdo da empresa na internet e mantê-la bem posicionada para quem a busca nos resultados de pesquisas do Google.

No texto abaixo abordamos métodos tradicionais de criação de site e confrontamos com opções menos conservadores e mais atuais.

Por qual modelo de negócio optar na hora de criar meu site?

Por mais que o tradicional funcione muito bem, a opção por fazer um site no modelo de negócio onde o contratante compra o site por um preço mais elevado acaba se tornando uma dor de cabeça ao longo do tempo, principalmente devido a manutenção e atualização do site.

Os primeiros meses do site no ar são o melhor dos mundos: tudo funciona perfeitamente, o desenvolvedor está sempre disponível e toda informação está fresquinha e atualizada, mas quando o site precisa ser alterado, quem poderá fazer alterações por um preço honesto se o desenvolvedor sumir? Infelizmente essa é uma situação mais comum do que pode-se imaginar, e quem passou por isso sabe que o preço cobrado por freelancers para fazer pequenas alterações é sempre mais alto do que o esperado.

No modelo tradicional de desenvolvimento de sites, depois de concluído, o site fica em posse do contratante de modo que ele possa contratar qualquer outro desenvolvedor web para fazer alterações. A princípio isso pode parecer algo bom, já que nessa opção há maior liberdade para escolher entre orçamentos, mas se torna um pesadelo quando se descobre que um novo profissional cobrará para fazer pequenas alterações o mesmo que cobraria para refazer o site inteiro.

Como funciona a alteração de um site criado por terceiros?

Ninguém gosta de mexer em trabalho de terceiros, e não é diferente quando se contrata um freelancer para fazer alterações no site existente. Isso acontece porque o novo desenvolvedor não conhece toda a estrutura do site e não tem garantias de que uma pequena alteração levará poucos minutos ou algumas horas.

Para alterar um site criado por terceiros, o desenvolvedor terá que, mesmo que superficialmente, analisar toda a estrutura de um site que não foi criado por ele. O problema principal aqui é que o novo desenvolvedor gastará um tempo considerável na análise da estrutura e na adaptação para o modelo mental do desenvolvedor original do site, isso porque não existe uma padrão de desenvolvimento web bem convencionado, fazendo com que muitas surpresas surjam no caminho.

Quando de se trata de desenvolvimento web, a diferença da qualidade técnica e experiência entre profissionais pode gerar diferenças abissais entre os orçamentos, mas na grande maioria das vezes um orçamento barato demais só quer dizer que o desenvolvedor não analisou a estrutura previamente e poderá ter problemas para entregar a alteração contratado.

Opções menos convencionais para criação de sites

Independentemente da opção no modelo de criação de sites, o empresário pode ficar tranquilo já que o resultado inicial sempre será a exposição da empresa na internet. Quando se trata de orçamentos, o fator de maior variação será a qualidade do resultado e o modelo de licenciamento do site, e é aí que o as opções menos convencionais aparecem. As opções modernas mais usadas no momento são:

  • Site gratuito no Wix, Weebly e similares: Há uma onda de desenvolvedores oferecendo um site desenvolvido no Wix e plataformas similares de criação de sites. Esse tipo de site é barato para se produzir, tem um custo mensal baixo (ou gratuito) e possui uma interface intuitiva para edição do próprio contratante. O resultado é um site que sempre estará vinculado a plataforma de criação de sites e que estará estritamente limitado a esta ferramenta, fazendo com que toda alteração esteja condicionada pela plataforma.
  • Criação de site convencional hospedado pelo desenvolvedor: Sabendo das dificuldades dos contratantes, desenvolvedores oferecem o serviço de hospedagem do site em seus servidores (geralmente planos de revenda de web hosting). Ao fazer isso, o profissional mantém uma relação com o contratante, ficando, teoricamente, mais disponível para alterações. Nessa opção é o mesmo que a criação do site no modelo tradicional, tendo o mesmo custo de criação, acrescentando somente a mensalidade da hospedagem, que geralmente é maior do que seria se o contratante escolhesse o serviço de hospedagem.

  • Criação de site como serviço: Um modelo de negócio novo e muito pouco explorado é a criação do site como um serviço. Essa opção é uma evolução baseada nas duas opções anteriores, isso porque o desenvolvedor fica completamente responsável pelo site e pelo seu funcionamento, enquanto o site fica vinculado a plataforma. Adicionalmente, nesse modelo o site não tem limitações da plataforma, uma vez que o desenvolvedor é proprietário da sua própria base e desenvolve em cima dela. Assim como no Wix, Weebly e similares, o contratante, geralmente, tem acesso para alteração do conteúdo, mas não pode alterar a programação do site.

Dos modelos acima, as plataformas de criação de sites do tipo Wix são maneiras de criar um site barato, mas menos inteligente e menos confiável. Isso porque as limitações aparecerão no baixo desempenho em mecanismos de buscas e na falta de recursos para acompanhamento de conversões em campanhas de Google Ads e anúncios do Facebook. As outras duas opções são as mais adequadas, dependendo apenas da escolha do contratante sobre a necessidade de acesso a programação do site.

Na criação do site como serviço, a infraestrutura do site é usada pelo contratante como um aluguel. Diferente do modelo tradicional, onde o contratante compra o site e é responsável por tudo, o site como serviço é uma opção mais adequada para o empresário que percebe que, dificilmente, terá pessoas dentro da sua equipe capazes de fazer alterações no site, gerenciar servidores com segurança e manter uma rotina de atualização.

A criação de um site convencional hospedado pelo desenvolvedor geralmente tem mensalidades mais baixas do que o "site como serviço", uma vez que não há a rotina de manutenção, dedicação e estrutura que empresas do tipo SaaS (Software as a Service) oferecem.


Quando não recomendamos a criação de um site como serviço

Tanto no serviço de criação de site, quanto no de direção de criação, objetivamos a criação de um site convencional. Nossas orientações encaminham os prestadores de serviços a tornar o site elegível para o serviço de Gerenciamento Dedicado, que permite que o site possa ser um "site como serviço" (também conhecido como SaaS).

Sempre recomendamos a criação de sites na modalidade de "site como serviço", principalmente quando há uma franquia de horas técnicas inclusa. No caso do Gerenciamento Dedicado, a franquia de minutos mensais deixa o dono do site mais confortável para solicitar alterações. Além disso, site como serviço oferece uma estrutura mais robusta, pensando em performance e segurança, rotinas de manutenção e suporte técnico mais presentes.

A grande vantagem do site como serviço é que o freelancer ou agência que criou o site não deixa de existir. Diferente de somente hospedar um site em um serviço de hospedagem, o serviço de site como serviço garante pessoas aptas para alterações no site.

Há, porém, alguns casos onde o site como serviço pode ser ruim para os planos da empresa. O caso mais comum é quando o dono, ou alguém próximo a ele, como um membro da equipe técnica da empresa ou um sobrinho, tem habilidades para fazer alterações na programação, e isso não será permitido pelo serviço contratado.


Escrito por Christoffer Kraus, UX Designer e Especialista em internet

Ver nossos planos para criação de site

Crie agora seu website inteligente

Agende um contato gratuitamente para falar sobre sua empresa e seu projeto, nossos especialistas orientarão sobre a melhor criação de site para seu negócio.

Agende uma consulta grátis

Criação de sites inteligentes

Cumprir as expectativas dos visitantes e alcançar as metas da empresa são características mínimas para fazer de um site melhor e mais inteligente. Saiba mais.

Software sob-encomenda

Desenvolvimento personalizado para as necessidades da empresa. Melhore seus processos, reduza erros e aumente a produção sem elevar os custos com pessoal. Saiba mais.

Consultoria em tecnologia

Mentoria, análise e execução de estratégias de alta performance por meio de escolhas assertivas de soluções em tecnologia e marketing. Saiba mais.